Home  |    Notícias  |    Jornal   |    Fotos   | Vídeos

Noticia de: 26 de Outubro de 2017 - 07:30

Advogado da família de aluno morto por colega vai à polícia e questiona bullying como motivação
Ele diz que não há relato sobre desvios no comportamento de João Pedro Calembo, alvejado em colégio de Goiânia. Delegado afirma que pais do garoto serão ouvidos no processo.




 
 

Por Sílvio Túlio, G1 GO

Advogado dos pais de aluno morto por colega vai à polícia e questiona bullying

O advogado André Bueno, que representa a família do estudante João Pedro Calembo, de 13 anos, morto a tiros por um colega, no Colégio Goyases, em Goiânia, questionou o fato da Polícia Civil ter apontado bullying como motivo do crime. Ele esteve na Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), que apura o caso, na quarta-feira (25), para pedir que os pais do garoto prestem depoimentos sobre as investigações.

"Vamos acompanhar inquérito e analisar os procedimentos feitos pela Polícia Civil para ver de que maneira podemos auxiliar ou se vamos abrir algum processo à parte para atender aos interesses da família do João Pedro. Não há relato da escola sobre o comportamento dele, era um menino que cresceu numa família cristã, então vamos levantar os fatos", disse Bueno.

O crime foi cometido na última sexta-feira (20), no Conjunto Riviera. Além do garoto, morreu no ataque João Vitor Gomes, também de 13 anos. Outros quatro colegas ficaram feridos por conta dos disparos. Dois já tiveram alta e dois seguem internados. Uma delas, Isadora de Morais, de 14 anos, ficou paraplégica.

No mesmo dia, o delegado responsável pelo caso, Luiz Gonzaga Júnior, disse que o atirador, de 14 anos, justificou os tiros alegando que era vítima de bullying – principalmente de João Pedro - e que teria se inspirado em outros massacres para praticar o ato. Colegas de sala também afirmaram que o adolescente era alvo de chacota.

João Pedro Calembo morre em ataque em escola de Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)João Pedro Calembo morre em ataque em escola de Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

João Pedro Calembo morre em ataque em escola de Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

"Ele disse que vinha sofrendo bullying, ou nas palavras dele, que um colega estava amolando ele. Inspirado em outros casos, segundo ele como os de Columbine e o de Realengo, ele decidiu cometer esse crime. Ele ficou dois meses planejando a ação", afirmou o delegado na ocasião.

Sobre o questionamento do advogado, Gonzaga Júnior afirmou que a família de João Pedro tem o direito de saber detalhes da investigação e que já está previsto que os pais dele sejam ouvidos, mas conforme o andamento do processo.

"As oitivas deles serão feitas em momento oportuno. Agora não há necessidade para a investigação. Estamos ouvindo primeiro quem estava no local no momento", pontuou.

Pai perdoa o atirador

O pai de João Pedro, o publicitário Leonardo Marcatti Calembo, disse no enterro do filho, que perdoava o atirador. Dias depois, ele ratificou sua posição. "Ele não tem culpa, não sabia o que estava fazendo. Não tinha noção que estava destruído famílias. Continuo com o mesmo sentimento", destaca.

Barbara Melo fez postagem na web pedindo que não julgassem seu filho (Foto: Reprodução/Instagram)Barbara Melo fez postagem na web pedindo que não julgassem seu filho (Foto: Reprodução/Instagram)

Barbara Melo fez postagem na web pedindo que não julgassem seu filho (Foto: Reprodução/Instagram)

Já a mãe do garota, a também publicitária Bárbara Melo, negou que seu filho teria feito bullying contra o colega, motivando o ataque. Ela explica que não se convence da questão.

"Recebemos mensagens de professoras e da equipe do colégio que reafirmaram o que já sabíamos a respeito dele, que nunca teve problema comportamental", acentua.

Um dia após a morte do filho, a publicitária publicou uma mensagem nas redes sociais na qual se dizia "despedaçada" e também pedia que "não julgassem" seu filho.

O que se sabe até agora:

Veja a sequência dos fatos:

  • Colegas relatam que ouviram um barulho;
  • Em seguida, os alunos viram o adolescente tirando a arma da mochila e atirando;
  • Alunos correram para fora da sala de aula;
  • O aluno descarregou um cartucho, carregou o segundo e deu um tiro, mas foi convencido; pela coordenadora a parar de atirar;
  • Estudante foi levado para a biblioteca até a chegada dos policiais.

Tiros Colégio Goyases, Goiânia - último (Foto: Arte/ G1)Tiros Colégio Goyases, Goiânia - último (Foto: Arte/ G1)

Tiros Colégio Goyases, Goiânia - último (Foto: Arte/ G1)

 

 

principal   |  voltar  |  imprimir


Envie seu Comentário
Os comentários enviados no site são moderados. Antes de escrever, leia as regras abaixo. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

O DESTAKINEWS não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.

 

Últimas Noticias

.
17/11/2017 - 07:41  Brasil Ride vem aí: Redbull divulga release do Campeonato Mundial MTB 24 horas em Costa Rica
16/11/2017 - 14:48  Festa Surpresa para Padre Sabu Jacó
16/11/2017 - 07:28  Corinthians bate o Flu de virada e conquista o 7º titulo do Brasileirão
14/11/2017 - 12:35  CerradinhoBio é destaque no Prêmio MasterCana 2017
14/11/2017 - 09:25  Aposta única leva mais de R$ 5 milhões de reais na Quina
14/11/2017 - 09:04  A força da imprensa consegue agilizar atendimento no IML de Paranaíba
14/11/2017 - 08:59  Nikon vai encerrar loja oficial no Brasil no fim de 2017 A empresa disse que a decisão é parte ...
14/11/2017 - 08:57  Oportunidade! PRONATEC pesquisa demanda para cursos técnicos em Chapadão do Céu
12/11/2017 - 07:54  É com pesar que noticiamos o falecimento da sr Édna esposa do Jair da Lenha
10/11/2017 - 09:14  Fazenda na margem da MS 306 é roubada
10/11/2017 - 09:11  Vem aí o 15º Leilão Direito de Viver de Costa Rica
10/11/2017 - 09:10  Produtores de algodão satisfeitos com prorrogação do Convênio 100/97
10/11/2017 - 09:08  Qualidade da FACHASUL lhe rende contemplação do EAD PREMIUM Unopar
10/11/2017 - 07:54  Secretaria de Educação informa as datas para as matrículas do Ensino Fundamental I
09/11/2017 - 10:43  Fazenda em Goiás tem recorde brasileiro em produtividade de trigo
09/11/2017 - 10:41   Locais de prova do Encceja 2017 já estão disponíveis para consulta, diz Inep
09/11/2017 - 07:59  Polo Unopar FACHASUL lança Cursos EAD Premium nesta quinta-feira
09/11/2017 - 02:35  CPR 2º BPM RV de Chapadão do Céu prende mais de meia tonelada de droga
08/11/2017 - 15:45  Prefeitura de Chapadão do Céu inicia obras na Escola Flores do Cerrado.
08/11/2017 - 08:41  Participante indireto do roubo à relojoaria é preso por tráfico de drogas
 
 

Chapadão do Céu - GO
CerradinhoBio é destaque no Prêmio MasterCana 2017


Chapadão do Céu - GO
Vem ai 1ª Festa da Santa Luzia


Prefeitura de Chapadão do Céu - GO
Secretaria de Educação informa as datas para as matrículas do ...




15/11/2017
Festa Sutpresa - Padre Jacó
09/11/2017
Fachasul inaugura novos cursos digital
29/10/2017
Retiro dos Jovens Emaús
28/10/2017
Festa Primavera-Micael Vespertino-Galeria 01
28/10/2017
Festa Primavera-Micael Vespertino-Galeria 02









® DESTAKI EMPREENDIMENTOS ®  Adriano Diogo Rodrigues – ME CNPJ 11.687.040/0001-70 - Site : www.destakinews.com.br E-mail  : adrpublicidades@hotmail.com  Av. Ema Oeste Nº 42 sala 2A Enfrente a Câmara Municipal  Chapadão do Céu – GO CEP 75828-000 - Redação : (64) 3634 – 2139 , Adriano Diogo  Fone Zap (64) 99653 – 4606  , Cris  (64) 99653 – 4937  “ O pouco com DEUS é muito, o muito sem DEUS não é nada leia a Bíblia ‘’  Ao copiar matéria deste site  publicar a fonte, a não publicação fica a determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa)