Home  |    Notícias  |    Jornal   |    Fotos   | Vídeos

Noticia de: 28 de Outubro de 2017 - 07:07

Chove na região da Chapada dos Veadeiros, mas pancadas não atingem áreas afetadas por incêndio
Chuvisco foi percebido em três cidades goianas, mas não foi suficiente para amenizar o combate às chamas. Mais de 65 mil hectares da reserva já foram danificados pelo fogo.




 
 

Por Fernanda Borges e Vitor Santana, G1 GO, Alto Paraíso de Goiás


Pancadas de chuva foram registradas na região da Chapada dos Veadeiros (Foto: Vitor Santana/G1)Pancadas de chuva foram registradas na região da Chapada dos Veadeiros (Foto: Vitor Santana/G1)

Pancadas de chuva foram registradas na região da Chapada dos Veadeiros (Foto: Vitor Santana/G1)

Pancadas finas de chuva foram registradas na tarde desta sexta-feira (27) na região do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, que já teve 65 mil hectares de vegetação destruída por um incêndio. De acordo com o chefe da reserva, Fernando Tatagiba, as precipitações ainda não foram suficientes para ajudar no combate ao fogo, mas ainda assim é motivo de comemoração.

"Choveu bem fino nos municípios de Cavalcante, São João da Aliança e em parte de Alto Paraíso de Goiás. Ainda assim, essas pancadas não chegaram até a região da Serra de Santana, onde há focos ativos de incêndio e está concentrada a nossa força-tarefa. Mesmo assim, toda a equipe que trabalha no local já está muito feliz e celebra cada gota que cai do céu", disse ao G1.

Tatagiba explica que outros dois focos que estavam ativos já puderam ser controlados. "Eles estavam na região dos Saltos e na Serra dos Ministros. Nessa última ainda existe um pequeno resquício, mas que já está sob controle. Agora a nossa expectativa é que a chuva atinja toda essa região e nos ajude a finalizar de vez com todos os focos".

De acordo com o site do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para este sábado (28) é de pancadas isoladas para a região, com temperatura variando entre 21ºC e 38ºC. A umidade máxima chega a 60%. Já a partir de domingo (29) o tempo deve ficar encoberto, mas sem chuva.

Tempo está encoberto na região da Chapada dos Veadeiros após pancadas de chuva (Foto: Vitor Santana/G1)Tempo está encoberto na região da Chapada dos Veadeiros após pancadas de chuva (Foto: Vitor Santana/G1)

Tempo está encoberto na região da Chapada dos Veadeiros após pancadas de chuva (Foto: Vitor Santana/G1)

Incêndio

O primeiro incêndio na Chapada dos Veadeiros começou há 17 dias, em 10 de outubro, e foi controlado seis dias depois. Mas, no dia seguinte, novos focos surgiram, e há mais de 10 dias brigadistas e voluntários tentam combater as chamas. A Polícia Civil suspeita que o incêndio seja criminoso.

Atualmente, cerca de 400 pessoas, entre voluntários e brigadistas, seguem trabalhando 24 horas por dia para evitar que novos focos surjam.

"A parte mais rasteira da vegetação, as áreas de campo limpo, campo sujo, já começam a se regenerar seis meses após as primeiras chuvas. Cerca de 80% dessa parte já volta ao normal nesse período. Dentre de um ano e meio, o restante se regenera", explicou ao G1 coordenador de prevenção e combate do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Christian Berlinck.

Incêndio na Chapada dos Veadeiros já destruiu mais de 64 mil hectares da unidade de conservação, segundo o ICMBio (Foto: Vitor Santana/G1)Incêndio na Chapada dos Veadeiros já destruiu mais de 64 mil hectares da unidade de conservação, segundo o ICMBio (Foto: Vitor Santana/G1)

Incêndio na Chapada dos Veadeiros já destruiu mais de 64 mil hectares da unidade de conservação, segundo o ICMBio (Foto: Vitor Santana/G1)

Fauna e flora

Segundo o ICMBio, a vegetação do Parque Nacional pode demorar mais de um ano para se recuperar do incêndio. Além disso, apesar de não terem sido encontrados animais silvestres mortos, os danos às próximas gerações dos bichos preocupam as autoridades ambientais.

“Algumas espécies têm o período de ninhada em setembro. Com esse incêndio, muitos desses ninhos podem ter sido atingidos e, com isso, a próxima geração desses animais fica comprometida. Porém, os indivíduos adultos, conseguem fugir. Sabemos que no ano que vem pode não haver uma renovação das espécies, mas, depois disso, surgirão outras ninhadas e, com isso, outros animais”, explicou o chefe do parque, Fernando Tatagiba.

"A parte mais rasteira da vegetação, as áreas de campo limpo, campo sujo, já começam a se regenerar seis meses após as primeiras chuvas. Cerca de 80% dessa parte já volta ao normal nesse período. Dentre de um ano e meio, o restante se regenera", explicou ao G1 coordenador de prevenção e combate do ICMBio, Christian Berlinck.

Vegetação pode demorar mais de 1 ano para se regenerar, dizem especialistas (Foto: Vitor Santana/G1)Vegetação pode demorar mais de 1 ano para se regenerar, dizem especialistas (Foto: Vitor Santana/G1)

Vegetação pode demorar mais de 1 ano para se regenerar, dizem especialistas (Foto: Vitor Santana/G1)

Combate ao fogo

O combate ao incêndio tem sido feito 24 horas por dia. Durante todo o dia é possível ver brigadistas percorrendo várias áreas para combater o fogo, sejam novos focos ou reiguinição de pontos já apagados anteriormente.

Da base de comando, montada no aeroporto de Alto Paraíso de Goiás, saem aviões e helicópteros a todo momento, lançando água sobre as linhas de incêndio, transportando equipes ou comida e ferramentas.

Segundo o ICMBio, 200 brigadistas do órgão, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Corpo de Bombeiros atuam junto a outros 200 voluntários que se dividem nas mais diversas áreas, desde logística e organização de doações ao combate às chamas.

As equipes contam que o maior problema é o comportamento do fogo, que muda devido ao forte vento, forte calor e baixa umidade.

"Tem chamas que chegam a três, quatro metros. Hoje, por exemplo, tivemos que apagar uma área de reignição na qual tínhamos apagado dois dias atrás. Com esse tempo seco e a grande quantidade de matéria, acontece isso, disse o brigadista Valdeci da Silva, que trabalha no parque há 10 anos.

As prefeituras de Alto Paraíso e Cavalcante, no noroeste goiano, decretaram na segunda-feira (23) situação de emergência devido o agravamento do incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

 

 

principal   |  voltar  |  imprimir


Envie seu Comentário
Os comentários enviados no site são moderados. Antes de escrever, leia as regras abaixo. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

O DESTAKINEWS não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.

 

Últimas Noticias

.
17/11/2017 - 07:41  Brasil Ride vem aí: Redbull divulga release do Campeonato Mundial MTB 24 horas em Costa Rica
16/11/2017 - 14:48  Festa Surpresa para Padre Sabu Jacó
16/11/2017 - 07:28  Corinthians bate o Flu de virada e conquista o 7º titulo do Brasileirão
14/11/2017 - 12:35  CerradinhoBio é destaque no Prêmio MasterCana 2017
14/11/2017 - 09:25  Aposta única leva mais de R$ 5 milhões de reais na Quina
14/11/2017 - 09:04  A força da imprensa consegue agilizar atendimento no IML de Paranaíba
14/11/2017 - 08:59  Nikon vai encerrar loja oficial no Brasil no fim de 2017 A empresa disse que a decisão é parte ...
14/11/2017 - 08:57  Oportunidade! PRONATEC pesquisa demanda para cursos técnicos em Chapadão do Céu
12/11/2017 - 07:54  É com pesar que noticiamos o falecimento da sr Édna esposa do Jair da Lenha
10/11/2017 - 09:14  Fazenda na margem da MS 306 é roubada
10/11/2017 - 09:11  Vem aí o 15º Leilão Direito de Viver de Costa Rica
10/11/2017 - 09:10  Produtores de algodão satisfeitos com prorrogação do Convênio 100/97
10/11/2017 - 09:08  Qualidade da FACHASUL lhe rende contemplação do EAD PREMIUM Unopar
10/11/2017 - 07:54  Secretaria de Educação informa as datas para as matrículas do Ensino Fundamental I
09/11/2017 - 10:43  Fazenda em Goiás tem recorde brasileiro em produtividade de trigo
09/11/2017 - 10:41   Locais de prova do Encceja 2017 já estão disponíveis para consulta, diz Inep
09/11/2017 - 07:59  Polo Unopar FACHASUL lança Cursos EAD Premium nesta quinta-feira
09/11/2017 - 02:35  CPR 2º BPM RV de Chapadão do Céu prende mais de meia tonelada de droga
08/11/2017 - 15:45  Prefeitura de Chapadão do Céu inicia obras na Escola Flores do Cerrado.
08/11/2017 - 08:41  Participante indireto do roubo à relojoaria é preso por tráfico de drogas
 
 

Chapadão do Céu - GO
CerradinhoBio é destaque no Prêmio MasterCana 2017


Chapadão do Céu - GO
Vem ai 1ª Festa da Santa Luzia


Prefeitura de Chapadão do Céu - GO
Secretaria de Educação informa as datas para as matrículas do ...




15/11/2017
Festa Sutpresa - Padre Jacó
09/11/2017
Fachasul inaugura novos cursos digital
29/10/2017
Retiro dos Jovens Emaús
28/10/2017
Festa Primavera-Micael Vespertino-Galeria 01
28/10/2017
Festa Primavera-Micael Vespertino-Galeria 02









® DESTAKI EMPREENDIMENTOS ®  Adriano Diogo Rodrigues – ME CNPJ 11.687.040/0001-70 - Site : www.destakinews.com.br E-mail  : adrpublicidades@hotmail.com  Av. Ema Oeste Nº 42 sala 2A Enfrente a Câmara Municipal  Chapadão do Céu – GO CEP 75828-000 - Redação : (64) 3634 – 2139 , Adriano Diogo  Fone Zap (64) 99653 – 4606  , Cris  (64) 99653 – 4937  “ O pouco com DEUS é muito, o muito sem DEUS não é nada leia a Bíblia ‘’  Ao copiar matéria deste site  publicar a fonte, a não publicação fica a determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa)